[Entrevistando a Autora]: Kell Teixeira 1#

28 de janeiro de 2016



Entrevista com Autora Parceira
(Bate – Papo no Divã)

1.      Qual o seu nome?
Kelma Teixeira (Kell Teixeira)

2.      Quantos anos? 
27 anos

3.      Pretende fazer ou faz alguma faculdade? Ou é formado?
Quero iniciar esse ano, estou entre Letras e Ciências Biológicas.

4.      Fale um pouco de você como pessoa?
Me considero uma pessoa um tanto dinâmica, que ama estar com família e amigos, mas reconhece que precisa de um tempo apenas consigo mesmo. É sempre nesses momentos que me dedico a escrever e ler...

5.      Que cidade você nasceu?
Juatuba

6.      Tem algum Hobbie?
Escrever e ler, leio sempre que tenho tempo disponível.

7.      Qual sua cor favorita?
Não tenho uma em questão, mas prefiro tons escuros, e foscos.

8.      Qual é sua comida favorita?
Nossa, eu amo doces, sim chocolate é um vício incontrolável. rsrs.

9.      Qual seu livro favorito?
Difícil, muito difícil apontar apenas um, por ser uma leitora voraz, sempre me apaixono por um novo livro, são muitos amores, sem nomes então.

10.  Quais seus gêneros favoritos? Por quê?
Leio romance, drama, terror, fantasia, não escolho por gênero, geralmente me deixo ser seduzida. Inclusive por biografias. Rsrs.

11.  Qual foi o primeiro livro que você leu?
O primeiro nunca esquecemos, não é mesmo? Meu primeiro livro foi da série coleção vagalume,O caso da borboleta Atíria.

12.   Qual foi o último livro que você leu e era muito bom?
O ultimo que li foi Caixa de pássaros, muito bom para quem gosta de suspense.

13.  Qual pessoa você mais admira? Por quê?
Além dos meus pais, tenho uma admiração grande por Albert Einstein, o físico, amo os documentários sobre ele e sua história de vida no geral.

14.  Como se tornou escritor?
Bom, iniciei o habito de ler muito cedo, (graças a minha mãe, que sempre me incentivou), com o habito surgiu a paixão pelo mundo da escrita. Contudo gosto de histórias que de alguma forma mude e acrescente minha visão e questionamentos sobre a vida. Aprendi que através dos livros pode-se quebrar tabus e acabar com preconceitos. Livros são uma forma de educar, e não apenas no contexto didático, eles educam para a vida.

15.  Quando descobriu que queria escrever? De onde surgiu a ideia de um Livro?
Já escrevia há um tempo, escrevi meu primeiro romance aos dezoito, porém o livro Meu vício, surgiu ao conviver e presenciar esse mundo autodestrutivo das drogas. Percebi que são visões opostas, da sociedade e de quem lida com o problema.  Perdi amigos para esse mal, e tenho amigos ainda nessa luta. Creio que falta mudar a visão sobre usuários de drogas, o problema existe e não adianta simplesmente fingir que não enquanto perdemos vários jovens para as drogas,

16.  O que o motivou? Teve o apoio de alguém especial?
A perde de amigos, o preconceito que usuários enfrentam, as pessoas não os veem como doentes que precisam de tratamento, e essa é a realidade, eles estão doentes, ainda que a maioria acredite que não, dependência química é uma doença crônica, e precisa ser reconhecida como tal. Mas não posso deixar de citar que meus leitores também me incentivaram a continuar.

Em breve tem resenha aqui...




5 comentários:

  1. Oi, adorei a entrevista, estou com o livro aqui pra lê, parece ser uma história muito boa.

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bells,

      Fico feliz que tenha gostado. Depois me diz o que você achou do livro.

      Excluir
  2. Obrigada pela oportunidade! ;)

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Eu não a conhecia, mas adorei saber um pouquinho dela. www.sejaamavel.blogspot.com.br Beijinhos'

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.